Como cuidar de um recém-nascido

Autor: 
Michael Meyerhoff, Ed.D.

Provavelmente, até o nascimento do seu bebê o foco de sua gravidez era o trabalho de parto e o parto. Talvez você tenha ganhado um chá de bebê e pintado o quarto dele. Mas, na verdade, tudo isso simplesmente fez parte da preparação para o grande momento do nascimento do seu bebê. 

É comum chegar em casa do hospital com o seu bebê e, de repente, entrar em pânico. Afinal, lá está aquele pequenino ser indefeso, que depende de você para tudo. Que tarefa difícil! Felizmente, bilhões de mães já fizeram isto antes e um volume imenso de informações acumuladas estão à sua disposição para resolver suas dúvidas. Nas próximas seções deste artigo veremos os cuidados básicos com um recém-nascido.

  • Suas responsabilidades e vínculo com o bebê

    Os cuidados com o seu bebê começam no 1º dia. O que você espera dele e o que ele espera de você? Descreveremos suas responsabilidades primárias como pais novatos e as demandas básicas do seu bebê que devem ser satisfeitas. Falaremos sobre alguns conselhos que devem ser desconsiderados e outros que devem ser seguidos e do método de "tentativa e erro" para decidir o que é melhor para a sua família. Além disso, apresentaremos o processo de vínculo entre mãe ou pai e bebê. Você também encontrará uma explicação para os benefícios do vínculo através do toque e da alimentação.

  • Como pegar o bebê no colo e trocar fraldas

    Estas são duas das mais básicas e importantes tarefas que você realizará como mãe ou pai.

    Falaremos sobre os medos e ansiedades que pais novatos podem experimentar quando pegam e seguram um bebê no colo. Existem algumas instruções gerais sobre como segurar a cabeça do seu bebê e até mesmo uma dica para enrolar os braços e pernas dele para aumentar o seu nível de conforto ao segurá-lo. Na parte das fraldas e roupinhas, daremos instruções simples sobre como trocar fraldas de tecido e fraldas descartáveis. Por fim, falaremos brevemente sobre como vestir o seu bebê e sobre os tipos de roupas mais fáceis de vestir, despir e trocar.
  • Ajudando o seu bebê a dormir

    O sono pode ser uma questão complexa quando se trata de recém-nascidos. Esta seção explica os padrões de sono dos bebês, incluindo sua duração e freqüência, seus horários e a necessidade de sono do seu bebê. Há sugestões para acalmar e ajudar o seu bebê a dormir com banhos e sons ritmados. Falaremos sobre como enrolar bebês em cueiros e daremos instruções sobre como criar um aconchegante "envelope" para ele. Você também encontrará informações sobre a posição de dormir do bebê e os prós e os contras do uso da chupeta.

  • Ajudando seu bebê a parar de chorar

    Nada pode acabar mais com os nervos dos pais do que um bebê que não quer parar de chorar. Listamos as causas mais comuns do choro (fome e cansaço) e as menos comuns (dor e doença). Você descobrirá o significado de cada choro do seu bebê com base no tom, ritmo e volume. Existe uma explicação de ciclos de choro conjuntos nos quais você e seu bebê parecem não conseguir parar de chorar e, em alguns casos, recomenda-se o uso de remédios. Nesta seção também detalharemos as maneiras de acalmar o seu bebê.

  • Dando banho no seu bebê

    A hora do banho pode ser agradável para você e para o bebê. Você lerá sobre como cuidar do umbigo do seu bebê antes que ele caia 10 a 14 dias depois do nascimento. Como o seu bebê não pode ser imerso em água até cair o umbigo, ele deve ser limpo com um banho de esponja. Existem instruções sobre como dar um banho de esponja em seu bebê e quanto à freqüência do banho. Você também encontrará um guia passo a passo explicando o banho do bebê na banheira e algumas dicas sobre o uso de talcos e óleos para bebês.

  • Descamação do couro cabeludo e irritação cutânea devido ao uso de fralda

    Existem duas situações de pele comuns nos bebês. A dermatite seborréica ou descamação do couro cabeludo tem sintomas facilmente reconhecíveis que são descritos em detalhes. Você aprenderá diferentes métodos de tratamento, incluindo lavagens diárias com xampu para casos leves e pomadas para casos mais graves. Depois, veremos os diferentes tipos de assaduras de fraldas: assaduras simples de fralda, assaduras por amônia e irritação causada por alergia, infecções e doenças. Finalmente, existem sugestões de tratamento e prevenção.