Como tratar a dermatite

Autor: 
Editores do Consumer Guide

A dermatite, também chamada eczema, pode criar um círculo vicioso. Você coça a pele, a pele fica vermelha e inchada e aparecem pequenas bolhas vermelhas que causam o engrossamento da pele. Você continua coçando porque a coceira é insuportável, então a pele fica ainda mais irritada e pode vir a infeccionar.

Em muitos casos não se sabe o que causa a coceira. Pode ser uma alergia ao sabonete usado todas as manhãs durante o banho ou uma irritação causada pelo contato com algum produto químico no trabalho. Pode até mesmo ser uma dermatite atópica, um problema de pele crônico, que normalmente começa na infância e, na maioria dos casos, aparece em pessoas com histórico familiar de alergias.

Definição

Geralmente, dermatite é um termo usado para caracterizar qualquer inflamação ou inchaço da pele. O termo eczema é usado indistintamente com o termo dermatite por alguns especialistas, enquanto outros usam "eczema" somente para um problema específico da pele conhecido como dermatite atópica.
Não importa o tipo de dermatite que você tenha, algumas regras gerais podem ser aplicadas na hora de buscar alívio para a coceira.

Neste artigo, mostraremos os vários tipos de dermatite e ensinaremos como diferenciar uma da outra. Não importa o tipo de dermatite que está fazendo você se coçar, explicaremos os tratamentos médicos tradicionais e também alguns remédios caseiros que trazem alívio para o problema. Em seguida, daremos algumas dicas úteis para proteger sua pele dos tipos mais comuns de dermatite.

Dermatite crônica

A dermatite crônica geralmente ocorre nas mãos ou nos pés e pode ser o resultado de uma irritação contínua, especialmente por dermatite de contato. É caracterizada por engrossamento da pele, inflamação e escamação. Algumas vezes, pode ser causada por lavagens excessivas das mãos ou pelo acúmulo de sabão e detergente embaixo de jóias de metal. Eventualmente, a causa pode ser uma infecção fúngica.

A lavagem excessiva das mãos parece ser inofensiva, mas pode resultar em uma dermatite crônica.
Publications International, Ltd.; 2006
A lavagem excessiva das mãos parece ser inofensiva, mas retira o óleo natural que protege a pele.
Com o tempo pode resultar em uma dermatite crônica.

Dermatite de contato

Essa inflamação é causada por uma substância que entra em contato com a pele: um produto químico forte, um sabonete que irrita imediatamente ou uma substância que causa uma reação alérgica que não aparece antes de quatro ou cinco dias após o contato inicial. Em uma forma mais incomum, a reação pode aparecer após anos de uso repetido.

Algumas causas comuns de dermatite alérgica de contato são a hera venenosa, produtos químicos nos sapatos e roupas, jóias de metal, pomadas antibióticas e cosméticos. Também há casos em que uma substância, que pode ser uma loção de barbear ou algum cosmético, produz uma reação "fotoalergênica", que é a reação que surge após a exposição ao sol.

Eczema

Nos casos graves, essa inflamação é sinalizada por pequenas bolhas, vermelhidão, exsudação, escamação, cascas ou crostas, queimação ou coceira e, às vezes, ressecamento da pele. Em regiões flexíveis do corpo, como a parte posterior do joelho e a dobra do braço, a pele é afetada mais facilmente.

Há diferentes formas de eczema. Uma das mais comuns é a dermatite atópica, causada por uma alergia. Normalmente, as pessoas mais suscetíveis a este tipo de ocorrência têm histórico familiar de doenças alérgicas, como asma ou febre do feno (comum na primavera). Normalmente, a dermatite atópica começa na infância, diminuindo por volta dos três anos e pode reaparecer aos dez ou doze anos. Certos alimentos como trigo, leite, ovos e outras substâncias como pólen e pêlo de animais também podem causar os sintomas do eczema.

Dermatite esfoliativa

Tipo de dermatite que produz perda dos pêlos e escamação por todo o corpo. Toda a superfície da pele fica vermelha, escamosa e mais grossa. A causa é desconhecida na maioria dos casos, mas, às vezes, aparece após um caso grave de dermatite ou como efeito colateral do uso de algum medicamento. Consulte um médico sobre qualquer medicação que esteja usando. Freqüentemente a hospitalização é necessária porque esta situação pode representar risco de morte.

Neurodermatite localizada

É caracterizada pela presença de rachaduras escamativas de bordas mais finas na pele, ocasionalmente com pequenas bolhas. A neurodermatite localizada aparece quando coçamos repetitivamente a pele devido a picadas de inseto ou outras irritações da pele. Pode-se resolver o problema cobrindo a área para evitar que se coce o local. Porém, no caso de a coceira ser ao redor da vagina ou ânus, deve-se considerar a possibilidade de a causa ser uma verruga, vermes, hemorróidas, infecções ou certas doenças.

Dermatite numular

Os locais mais comuns para a dermatite numular são as pernas, nádegas e tronco. Caracteriza-se pelo aparecimento de bolhas em forma de moeda que mais tarde supuram e formam cascas, normalmente acompanhadas de pele ressecada e coceira.

Dermatite seborréica

É a descamação e inflamação do escalpo ou da pele da cabeça. Esse problema, algumas vezes, afeta a face e outras partes do corpo também. A dermatite seborréica é a causa da caspa em adultos e pode aparecer também em recém-nascidos.

Dermatite de estase

Essa inflamação na parte inferior das pernas é normalmente resultado de pouco retorno sangüíneo na região. Há vermelhidão, escamação moderada e a pele adquire uma coloração castanho-escura. Se a situação for negligenciada, a pele pode inchar e infeccionar e pode ocorrer uma eventual lesão cutânea grave (ulceração).

Tratamento

Como há uma grande variedade de doenças de pele, algumas delas perigosas se negligenciadas, é importante procurar atendimento médico em qualquer caso de dermatite. Geralmente, o tratamento começa com medidas muito simples. A pele ressecada precisa de agentes lubrificantes, enquanto pele oleosa precisa de substâncias secativas. A pele inflamada é normalmente tratada com cremes à base de cortisona, compressas frias ou banhos.

Para a pele ressecada e endurecida, há algumas substâncias que podem ajudar a descamação, mas só podem ser utilizadas com prescrição médica. Se possível, a causa da dermatite deve ser encontrada e eliminada. Pomadas de cortisona são usadas para deixar o paciente mais confortável com a redução da inflamação, apesar do uso contínuo não ser recomendado. Os antibióticos são usados imediatamente para eliminar qualquer infecção, que pode se espalhar para outras partes do corpo.

Os pacientes devem resistir à tentação de coçar ou remover as crostas, pois isso só prolonga ou piora o problema. Além disso alguns pacientes precisam reduzir o número de lavagens das mãos e de banhos porque a limpeza excessiva retira o óleo que é a proteção natural da pele. Não se deve usar medicamentos que não foram prescritos pelo médico ou usá-los mais vezes do que o recomendado: em alguns casos, o excesso de medicação pode ser pior do que a falta dela.

Como mencionado acima, a pele seca precisa de lubrificação para aliviar a coceira e manter-se saudável. Vamos discutir alguns remédios caseiros simples que podem aliviar a coceira.