Ferramentas para reparos domésticos

Autor: 
Fix-It Club

Fazer reparos na sua casa significa ter as ferramentas e materiais certos à mão para fazer o serviço rápido. Saber os princípios básicos vai ajudar no longo prazo.

Caixa de ferramentas
É possível montar sua própria caixa de ferramentas, com ferramentas como:
  • um martelo de 400 ou 450 gramas
  • chaves de fendas normais e chaves Phillips
  • alicates
  • alicate de pressão
  • chave de cano
  • um pincel de 5 centímetros
  • uma serra manual ou elétrica
  • uma furadeira manual ou elétrica
  • fixadores variados
  • colas e adesivos para madeira e plástico

E de quais ferramentas você precisa? Neste artigo, você vai aprender sobre ferramentas que medem, cortam, furam, pregam, apertam e afrouxam, seguram, pinçam, testam, pintam e muito mais. E mais importante ainda, vai ver de quais realmente precisa e como usá-las com segurança.

Mas primeiro, vamos falar sobre qualidade. A melhor regra na hora de comprar ferramentas é comprar as de melhor qualidade. Ferramentas de alta qualidade não são apenas mais seguras de se usar como também a maioria chega a durar uma vida inteira, se cuidada adequadamente. Geralmente dá para identificar uma ferramenta de qualidade pela montagem dela: as partes de metal são bem lisas e brilhantes, e a ferramenta é bem balanceada, além disso, ela cabe perfeitamente na sua mão. As de má qualidade, ao contrário, têm defeitos ou metais mal acabados (geralmente escondidos pela pintura) e
a montagem deixa a desejar. O mais importante, no entanto, é que boas ferramentas são mais seguras de usar. Ferramentas baratas podem quebrar e causar acidentes.

Paga-se uma média de 25% a mais por equipamentos de alta qualidade, mas ferramentas baratas acabam não sendo baratas no final das contas, pois podem ter que ser substituídas algumas vezes. Além do mais, o dinheiro que você economiza no primeiro reparo que fizer sozinho já vai compensar pelas ferramentas que precisou. E elas ainda são suas quando o trabalho terminar.

Ferramentas úteis são as de medição, serras, furadeiras, ferramentas de fixação e as que são usadas para reparos elétricos e de encanamento. Vamos dar uma olhada em todas elas.

Ferramentas de medição

Praticamente todo projeto de reforma pede medidas precisas. Você não apenas deve saber exatamente quantos metros e centímetros estão envolvidos, mas também precisa garantir que tudo fique pronto da melhor maneira possível. Aqui estão os dispositivos básicos para medir e marcar:

Fita métrica: fitas métricas flexíveis estão disponíveis em comprimentos de até 15 metros, mas uma de 3 a 7 metros é suficiente. Você deveria comprar uma fita de ao menos 12 a 20 centímetros de largura para que ela fique rígida quando a estender. A maioria das fitas possui um retorno automático que é bastante útil, embora não seja obrigatório.

Ferramentas para medição vêm em todos os formatos e tamanhos.
2006 Publications International, Ltd.
Essas são ferramentas de medição comuns

Esquadro: o tamanho padrão de um esquadro usado por marceneiros é de 45 a 60 centímetros (corpo) por 30 a 45 centímetros (lingüeta). O tamanho é importante para cortar pontas retas de madeiras compensadas e painéis de madeira fina.
Para os trabalhos menores, um esquadro de combinação é mais fácil de usar, já que é menor (normalmente com 30 centímetros de comprimento). O corpo do esquadro desliza pela lâmina e pode ser ajustado para qualquer ponto com um parafuso de orelha. O corpo do esquadro pode ter um pequeno nível de bolha ou um cinzel que pode ser usado para nivelar e marcar o seu trabalho. Esse tipo de esquadro também pode ser usado como um medidor de profundidade, esquadria e, se retirar a lâmina, uma régua de pedreiro.

Também há um tipo de esquadro menor com um cabo de plástico ou de madeira. As medidas são feitas na lâmina, e não no cabo. Esse tipo de esquadro é utilizado para testar a quadratura de pontas na hora de aplanar e serrar. E também pode ser usado para verificar os ângulos retos. Sua lingüeta possui uma extensão máxima de 30 centímetros. Ela é larga, mas pode ser usada como uma régua de pedreiro e medidor de profundidade.

Nível: níveis com duas ou três bolhas servem para a maior parte dos casos. As bordas de um nível podem ser usadas como uma régua de pedreiro. Apoiado contra uma superfície vertical, um nível pode determinar tanto os níveis horizontais como verticais, normalmente necessários na hora de pendurar quadros. Eles são feitos de madeira ou metais leves como o alumínio. As extensões variam até 2 metros, com os menores sendo os mais populares.

Marcador de linha: um marcador de linhas é usado para marcar uma linha reta em grandes distâncias, como para substituir papel de parede ou azulejos.
 
Localizador de pregos em parede: um localizador de pregos em parede pode ser muito útil se precisar encontrar pregos atrás de paredes para pendurar algo pesado, por exemplo.

Serras manuais

As medidas foram feitas e já está pronto para começar a fazer os cortes. Uma grande variedade de serras manuais está disponível para corresponder às necessidades de diversas formas de corte. 
 
Traçador: o traçador corta através da superfície da madeira. O traçador possui de cinco a dez ou mais dentes a cada polegada, para produzir um corte liso e regular na madeira. É utilizado para cortar madeira compensada, painéis de madeira fina e meia-esquadrias (ângulos).

Serras manuais são usadas em várias tarefas.
2006 Publications International, Ltd.
Há uma grande variedade delas entre as quais escolher

Serra circular: a serra circular corta a superfície da madeira longitudinalmente, o que se chama "rasgar". Possui de três a quatro dentes a cada dois centímetros e meio. Como os dentes da serra circular estão dispostos de maneira mais extensa do que no traçador, pode retalhar a madeira como uma talhadeira. O último corte da circular é duro, e geralmente a madeira necessita ser lixada para a obtenção da medida final.

Serrote de dorso: o serrote de dorso reforçado possui essa característica para reforçar a lâmina. Seus dentes estão estreitamente posicionados, como os do traçador, assim, o corte é liso e regular. A serra de dorso reforçado é utilizada para fazer cortes de ângulo e para aparar moldes. É projetada para o uso em uma caixa de meia-esquadria. O dorso reforçado serve como guia.

Serra fina: a serra fina de ponta possui de 10 a 12 polegadas de lâmina em formato cônico. A serra é utilizada no corte de tubos, caixas elétricas e para quase todos os cortes internos, retos ou curvos, que são grandes demais para a ponta do trado, a furadeira ou a serra de formato circular. Uma serra fina de ponta de qualidade possui lâminas removíveis com diversos tipos de espaçamento dos dentes para cortar materiais como madeira, plástico e madeiras finas.

Serra pequena de metais: a serra pequena de metais é uma versão menor da serra de metais, que possui uma lâmina fina presa por dois pinos na extremidade da serra. Uma variedade de lâminas está disponível, com espaçamento de dentes tanto como os da serra circular quanto como os da traçador.
 
Serra de metais:  a serra de metais é utilizada no corte de metal, plástico e tubo.

Serras elétricas: há momentos em que uma serra manual não é o bastante, e é aí que entra a serra elétrica. Serras elétricas podem intimidar um pouco no começo, mas é assim que elas são. Utilizadas de maneira imprópria, podem causar estragos de imediato. Deve-se sempre dar atenção às precauções de segurança. Depois de ter feito alguns cortes práticos, no entanto, logo irá se sentir confortável com ela. Essas são algumas de suas opções:

Serra circular portátil: uma ferramenta elétrica portátil, a serra circular é a versão elétrica do traçador ou do serrote. A guia da serra pode ser ajustada para cortar meia-esquadria e cavidades em diversos materiais de construção. Diversas lâminas estão disponíveis: para corte oblíquo, rasgo, alvenaria, metal e plástico. A mesa é um dos acessórios disponíveis para a serra circular, que pode ser montada para servir como serra de mesa.

Serra portátil de lâmina substituível: a serra portátil de lâmina substituível, também chamada serra de corda, consiste em uma lâmina de quatro polegadas conduzida por um movimento de descida e subida ou recíproco. Essa ferramenta elétrica portátil utiliza vários modelos de lâmina para diversos materiais, entre eles madeira, metal, plástico, alvenaria, cerâmica e laminados de alta pressão. É uma reprodução elétrica da serra fina de ponta e da serra pequena de metais e produzirá cortes regulares de limite estreito e cortes de contorno, seja na superfície ou através dela.

Assim como as ferramentas de medição e as serras, as furadeiras e fixadores são parte integral dos projetos de reparos domésticos. Vamos examinar essas ferramentas na próxima seção.