Jasmine, Pocahontas e Mulan

Autor: 
Vicki Arkoff

Jasmine, Pocahontas e Mulan são diferentes das outras princesas da Disney porque não pertencem à realeza européia. Jasmine, de "Aladim", é filha de um sultão; Pocahontas é a filha de um chefe nativo norte-americano e Mulan é originalmente da mitologia chinesa.

A história de Jasmine

Jasmine era uma princesa agradável, totalmente independente e de língua afiada, mas apenas coadjuvante no filme "Aladim" de Walt Disney Pictures, de 1992. O astro é Aladim, bastante natural, um ladrão de rua muito experiente que vivia na grande e movimentada cidade árabe de Agrabah, há muito tempo, com seu fiel amigo macaco Abu.

Quando a princesa Jasmine se entediou de ficar isolada no palácio luxuoso que dava vista para a cidade, saiu sorrateiramente até o mercado, onde por acidente conheceu Aladim. Por ordens do malvado Jafar (o conselheiro do sultão), Aladim foi jogado em uma jaula e tornou-se parte do plano do conselheiro para governar aquele reino com a ajuda de uma misteriosa lâmpada. Diz a lenda que apenas uma pessoa que tivesse um coração limpo poderia recuperar a lâmpada da Caverna dos Mistérios. Quando Jafar descobriu que Aladim se encaixava nessa descrição, tentou chantageá-lo com um plano para casar-se com Jasmine e roubar o poder do sultão.

Com identidade dupla e desejos mágicos confundindo tudo, Aladim supera seu apelido de rato de rua desleal e encontra um caminho para ganhar a mão de Jasmine em casamento e mostrar a todos que é um príncipe de verdade.

Jasmine é a princesa moderna da Disney.
Disney. Todos os direitos reservados
Jasmine é uma princesa moderna da Disney

O filme original da Disney

Lançado em 11 de novembro de 1992, Aladim foi o 31º filme de animação da Disney e quebrou o recorde de bilheteria daquele ano, rendendo mais de $500 milhões de dólares. Sua música memorável ganhou dois Oscars: Melhor Canção ("A Whole New World") e Melhor Trilha Sonora (por Alan Menken).

Dizem que "Aladim" é uma história baseada na tradicional "Mil e Uma Noites", mas não é bem esse o caso. É uma história original cujo enredo está mais relacionado com os filmes clássicos em preto-e-branco de Hollywood, como "O ladrão de Bagdá", estrelado por Douglas Fairbanks, do que com a tradução francesa escrita sobre a Arábia de 1700 do ponto de vista europeu. A equipe da Disney adicionou uma dose moderna de fantasia e surrealismo à idéia básica para dar ao filme sua beleza visual impressionante. 

Em seu primeiro lançamento, grupos islâmicos se ofenderam com algumas canções do filme que difamavam o estereótipo do personagem Jafar de modo racista, fazendo que a Disney fizesse alterações sensatas e sensíveis para os próximos lançamentos. Dois filmes diretos para vídeo se seguiram - "O Retorno de Jafar" (1994) e "Aladim e o Rei dos Ladrões" (1996) - além de um seriado de desenho animado para TV.

A históra de Pocahontas

Ao contrário de qualquer princesa anterior a ela, Pocahontas é uma figura histórica desassociada da realeza européia e considerada uma princesa Disney "de honra" por sua reputação de heroína e exemplo de personagem. Sua vida fabulosa como uma nobre e corajosa garota nativa norte-americana tem sido amplamente imaginada em várias lendas, e novamente sua história foi alterada para fazer o filme de Walt Disney em 1995, "Pocahontas". 

Nessa história, o capitão John Smith liderava um navio de soldados ingleses em direção ao Novo Mundo para buscar ouro para o governador inglês Ratcliffe. Enquanto isso, o chefe nativo do "Novo Mundo", Powhatan, prometeu sua filha, Pocahontas, em casamento para o maior guerreiro da tribo, mas a independente noiva não concordava com o trato. 

A visão de uma flecha girando profetizou para Pocahontas que uma mudança estava para acontecer. Realmente aconteceu tão logo o navio inglês desembarcou perto de onde morava sua tribo. Entre Ratcliffe, que acredita que os "selvagens" estão escondendo o ouro que ele tanto deseja, e Powhatan, que acredita que esses brancos recém-chegados destruirão a terra deles, Smith e Pocahontas enfrentam uma situação difícil para prevenir uma guerra geral e salvar o amor que têm um pelo outro. 

O filme original da Disney

"Pocahontas" é o 33º filme de animação da Disney e um dos mais emocionantes filmes de todos os tempos. Foi cuidadosamente desenvolvido com sensibilidade à cultura e história dos nativos norte-americanos. O filme vai além ao transmitir mensagens de anti-racismo, fazendo dele um ponto de referência para filmes de animação.

Por ser o primeiro filme da Disney baseado em fatos, não se trata apenas de entretenimento - tem algo importante a dizer. O estúdio queria alguém com autoridade cultural para dizer isso; assim, a voz de Pocahontas foi dublada por Irene Bedard, uma nativa americana. Judy Kuhn, cantora da Broadway, interpretou a voz de Pocahontas cantando. Simples fãs notarão que "Pocahontas" apresenta a morte de um protagonista pela primeira vez no cinema - o destemido Powhatan guerreiro Kocoum. 

Enquanto o filme recebia o prêmio por sua maravilhosa arte e um prêmio da Academy Award pela Melhor Canção "Colors of the Wind", também recebeu considerável crítica por reescrever história com o objetivo de contar história. Como tornou-se uma tradição da Disney, o filme de longa-metragem ganhou uma seqüência em 1998: "Pocahontas II: Uma Jornada para o Novo Mundo". 

Conheça a história de Mulan

Assim como Pocahontas, Mulan é um membro oficial do clube Disney Princess - mas ela é, na verdade, uma heroína multicultural, não uma princesa de verdade. É uma mulher chinesa baseada em um mito chinês antigo que tem quase 2.000 anos. Real ou não, o filme Mulan da Disney Pictures, de 1998, reconta a história de uma jovem donzela chinesa que queria honrar sua família mas parecia destinada a falhar. 

Colocou sua vida em perigo quando descobriu que seu pai enfraquecido seria integrado ao exército para lutar contra a invasão dos Huns. Sabendo que não sobreviveria aos rigores da guerra em seu país, Mulan decidiu se disfarçar de homem e ir no lugar de seu pai. Sem que ela soubesse, seus ancestrais estavam preocupados com a situação e, para impedir, ordenaram que um pequeno dragão, Mushu, se juntasse a ela para forçá-la a abandonar seu plano. Ele concordou; porém, quando conheceu Mulan, aprendeu que ela não poderia ser convencida e então decidiu ajudá-la a superar os perigos dali em diante. No processo, Mulan se tornou a protagonista atual mais feminista da Disney.

O filme original da Disney

Como Mulan, a Disney gostaria de honrar as culturas asiáticas ao fazer um filme de animação com uma história asiática. "Mulan" foi desenvolvido pelo especialista em lenda popular Robert D. San Souci e lançado em 5 de junho de 1998, superando os filmes anteriores "O corcunda de Notre Dame" e "Hércules". Esse foi o primeiro longa-metragem feito na Walt Disney Feature Animations Florida, estúdio de animação da Disney em Orlando.

A aproximação artística para o filme foi baseada no estilo do "canto" chinês de espaços "vazios" ou "negativos" equilibrados pelo detalhe "positivo" - quase um conceito "yin e yang". Os supervisores artísticos do filme gastaram três semanas na China delineando, fotografando e explorando a cultura. Os animadores dos computadores usaram tecnologia de ponta para adicionar técnicas de câmera de imitação e detalhes que anteriormente não eram disponíveis na animação - como cenas de uma multidão de mais de 30 mil pessoas. Utilizaram um programa de computador chamado "Atilla" para fazer uma seqüência incrível de longa-metragem de 2 mil hunos a cavalo. Mulan é dublada pela atriz Ming-Na, e suas canções são interpretadas por Lea Salonga.

Se sua princesinha está deixando você louco, pedindo para ver sua cena favorita da Disney Princess novamente, não tenha receio. Criamos um guia de mídia para você na próxima seção.