Modo de Segurança no Windows: para que serve e por que é usado?

Embora o Windows seja um sistema operacional muito versátil, há momentos em que usá-lo é frustrante. Essa frustração fica evidente quando instalamos um novo programa ou adicionamos drivers para algum novo hardware e computador trava. Então, você o reinicia e ele carrega uma área de trabalho com as palavras Modo de Segurança nos quatro cantos. O que é isso?

O Modo de Segurança é uma maneira especial do Windows ser carregado quando há um problema crítico de sistema que interfere no seu funcionamento normal. O objetivo do Modo de Segurança é permitir que você analise o Windows e consiga determinar o que está fazendo para que ele não funcione corretamente. Após a correção do problema, basta reiniciar o Windows que este será carregado normalmente.

Há vários aspectos no Modo de Segurança que são diferentes do modo normal:

  • o Modo de Segurança não executa os arquivos "autoexec.bat" ou "config.sys";
  • a maioria dos drivers de dispositivo não é carregada. Um driver de dispositivo é o programa que o Windows utiliza para interagir com um equipamento de hardware, como uma impressora ou um scanner;
  • em vez do driver de dispositivo gráfico normal, o Modo de Segurança utiliza o modo gráfico VGA padrão, que é suportado por todas as placas de vídeo compatíveis com o Windows;
  • o arquivo "himem.sys", que costuma ser carregado como parte do script do arquivo "config.sys", é carregado com a chave /testmem:on. Essa chave diz ao computador para testar a memória estendida antes de continuar;
  • o Modo de Segurança verifica o arquivo "msdos.sys" para obter informações sobre onde encontrar o restante dos arquivos Windows. Caso encontre esses arquivos, continue a carregar o Windows no Modo de Segurança com o comando win /d:m. Caso não encontre, executará o command.com para que apareça uma linha de comando C: prompt;
  • o Windows inicializa utilizando um arquivo de lote chamado "system.cb", em vez do arquivo "system.ini" padrão. Esse arquivo carrega os Drivers de Dispositivo Virtuais (VxDs), que o Windows utiliza para se comunicar com as partes padrão do computador;
  • depois, o Windows carrega o arquivo "system.ini" comum junto às configurações do "win.ini" e do Registro. Ele pula as seções [Boot] (exceto para as linhas "shell" e "device") e [386Enh] do arquivo "system.ini" e não carrega ou executa os programas listados no "win.ini";
  • a área de trabalho do Windows é carregada com 16 cores, resolução de 640 x 480 e as palavras "Modo de Segurança" nos quatro cantos da tela.

O Modo de Segurança é iniciado automaticamente quando o Windows não conseguiu inicializar na tentativa anterior, mas outra maneira de utilizar o Modo de Segurança é pressionando F5 ou F8 no menu de inicialização.

Mas o que você deve fazer se o seu computador iniciar no Modo de Segurança? Primeiro, tente determinar o que mudou no seu sistema e o que pode ter impedido o Windows de inicializar da maneira correta. Caso tenha adicionado qualquer tipo de hardware, vá para o Painel de Controle e remova-o ou desinstale o driver desse dispositivo. Depois, tente reiniciar o computador. Se o Windows iniciar corretamente, muito provavelmente há algum tipo de conflito com o dispositivo instalado. Tente resolvê-lo.

Utilize o mesmo método caso tenha instalado um novo jogo ou programa recentemente. Vá ao Painel de Controle, clique em "Adicionar/Remover Programas" e remova o aplicativo. Tente reiniciar e, se o problema for realmente o programa novo, o Windows iniciará normalmente.

Se o problema não foi causado pelo novo hardware ou programa, é o Registro que deve estar corrompido. Neste caso, infelizmente, há uma probabilidade muito grande de você ter que instalar o Windows novamente para corrigir tudo.

Aqui vão alguns links interessantes: