Como funciona o SMS

Autor: 
Jennifer Hord

Quando finalmente nos acostumamos a ver todo mundo falando o tempo inteiro em telefones celulares, parece que as pessoas decidiram parar de falar. Agora, elas ficam digitando nos teclados, usando os celulares para enviar mensagens: os torpedos. O SMS, ou mensagem de texto, trocou as conversas de telefone por uma nova geração de usuários: os "torpedeiros".

Neste artigo, vamos descobrir como funciona o envio de mensagens de texto, explorar suas funcionalidades e entender o motivo da demora que acontece, algumas vezes, para a mensagem chegar ao destinatário.

SMS, em inglês, é a sigla de serviço de mensagens curtas. Basicamente, é um método de comunicação que envia texto entre telefones celulares, ou de um PC ou palmtop para um celular.

Ataques de SMS
Recentemente, sugeriu-se que mensagens SMS poderiam ser usadas para atacar um sistema de telefonia celular. A idéia é bem simples: se um grande número de mensagens SMS fossem enviadas por computadores para telefones em uma área geográfica pequena, essas mensagens sobrecarregariam os canais de controle e impossibilitariam que o sistema de telefonia estabelecesse ligações. Mas agora que as operadoras de telefonia celular sabem da possibilidade desta ameaça, podem projetar sistemas para diminuir o fluxo de mensagens vindas do Centro de SMS para a rede.

Mas como é que as mensagens SMS chegam até o telefone? (confira Como funcionam os telefones celulares, para mais informações).

Mesmo quando você não está falando ao celular, ele continua enviando e recebendo informações constantemente. Ele está falando com a torre celular por um caminho chamado canal de controle. O motivo deste bate-papo é manter o sistema de telefonia celular ciente de qual célula o telefone faz parte e serve também para que o telefone possa mudar de células conforme o usuário vai para outros lugares. Então, de vez em quando, o telefone e a torre trocam um pacote de dados para que ambos saibam que está tudo bem.

Além disso, o telefone também usa o canal de controle para configurar chamadas. Quando uma pessoa tenta ligar para outra, a torre envia uma mensagem para o telefone pelo canal de controle, mandando-o  tocar o tom de que está recebendo uma chamada e também dá um par de freqüências de canal de voz para o telefone usar naquela chamada.

Além de tudo isso, é o canal de controle que fornece um caminho para as mensagens SMS também. Assim, quando um amigo lhe envia um torpedo, a mensagem passa pelo Centro de SMS, vai para a torre e a torre envia a mensagem ao seu telefone na forma de um pequeno pacote de dados no canal de controle. Da mesma forma, quando você envia uma mensagem, o seu telefone a envia para a torre no canal de controle, de onde ela segue para o Centro de SMS e é redirecionada para o destinatário.

O formato de dados real da mensagem inclui o tamanho da mensagem, uma marca do horário, o número de telefone do destinatário, o formato, etc. 

Por que 160 caracteres?
O SMS foi projetado para entregar pequenos pedaços de dados, como páginas numéricas. Para evitar a sobrecarga do sistema com algo a mais do que a operação de enviar e responder padrão, os criadores do SMS concordaram com um tamanho máximo de 160 caracteres para cada mensagem.

Mas o limite de 160 caracteres não é absoluto e os tamanhos máximos variam de rede para rede, de aparelho para aparelho e de operadora para operadora. Alguns telefones não permitem que se continue digitando após o limite de 160 caracteres, fazendo com que se tenha que enviar a mensagem atual antes de poder continuar. No entanto, outros serviços quebram automaticamente qualquer mensagem que se envie, permitindo que você digite e envie uma mensagem longa, pois ela será entregue como várias mensagens menores.


O SMS tem várias vantagens. Ele é mais discreto, o que o torna a forma ideal de comunicação quando você não quer que escutem o que está falando. Normalmente, se gasta menos tempo para enviar uma mensagem de texto do que para fazer uma ligação telefônica ou enviar um e-mail. E não é necessário que você esteja na frente do seu computador como na hora de enviar um e-mail e mensagens instantâneas (embora já haja celulares capazes de enviar e-mail e mensagens instantâneas). E como se as vantagens acima já não bastassem, os deficientes auditivos de todos os graus encontraram no SMS uma maneira conveniente para se comunicar.

Quando você envia uma mensagem SMS para um amigo, ela não vai diretamente para o telefone dele. A vantagem disso é que o celular do seu amigo não precisa estar ativo ou dentro da área de cobertura para que você possa enviar a mensagem, já que ela fica armazenada no Centro de SMS até que seu amigo ligue o telefone ou entre na área de cobertura, ficando apto a receber a mensagem. Depois, a mensagem fica armazenada no cartão SIM do seu amigo até que ele a apague.

Além das mensagens de uma pessoa para outra, o SMS também pode ser usado para enviar uma mensagem para um grande número de pessoas de uma só vez, seja buscando os membros desse grupo em uma lista de contatos, seja enviando para todos os usuários de uma área específica. O nome desse serviço é broadcasting e ele é usado por empresas para se comunicar com grupos de funcionários ou para para distribuir online notícias e outras informações para os assinantes.

Em um estudo de psicologia sobre os usuários de SMS realizado pela Universidade de Plymouth em 2004, os pesquisadores descobriram que os usuários de celulares ou enviavam torpedos ou conversavam prioritariamente [referência - em inglês]. Comparados com os que conversavam, os torpedeiros enviavam quase o dobro do número de mensagens SMS e faziam menos da metade de ligações de voz por mês, já que preferiam o SMS devido à sua conveniência e possibilidade de revisar uma mensagem antes de enviá-la.

As empresas também encontraram novas finalidades para o serviço. Como o SMS não sobrecarrega tanto a rede quanto as ligações telefônicas, é muito comum vermos programas de TV que pedem que o público envie sua opinião sobre os mais diversos assuntos por mensagens de texto. Como uma ferramenta de promoção, as operadoras colocam telas gigantes em shows e outros eventos em grande escala para exibir mensagens de texto enviadas pelo público.

História do SMS
O SMS foi criado no final da década de 80 para funcionar com uma tecnologia digital chamada GSM (sistema global para comunicações móveis), que é a base para a maioria dos celulares modernos. Os engenheiros noruegueses que o inventaram queriam um sistema de mensagens bem simples que funcionasse mesmo quando os aparelhos dos usuários estivessem desligados ou fora da área de cobertura. A maioria das fontes concorda que a primeira mensagem SMS foi enviada no Reino Unido em 1992.

Em alguns lugares, é possível usar serviços assinados de mensagens que lembram a hora de tomar algum medicamento, enviam alertas sobre o clima e notícias. Nos Estados Unidos,  mecanismos de buscas da Internet, como o Yahoo! e o Google, têm serviços SMS que permitem que o usuário receba informações como indicações de caminhos, horários de sessões de cinema ou listas de lojas locais ao enviar um pedido ao número de telefone do mecanismo de busca. E há serviços de relacionamento como o Dodgeball (em inglês) que usam SMS para alertar moradores de grandes cidades quando amigos ou paqueras estão por perto. Como você pode ver, as possibilidades para integrar o SMS ao seu estilo de vida são variadas.