A TV Digital no Brasil

Autor: 
Marshall Brain

No Brasil, a estréia da TV Digital ocorreu em 2 de dezembro de 2007, após muita polêmica em torno da tecnologia de transmissão que seria adotada:
européia, americana ou japonesa. Em 2000, quando estava tudo certo para a
escolha do modelo americano, o governo cogitou um padrão próprio, que
implicaria o desenvolvimento no país de uma tecnologia de transmissão de sinal
digital, exatamente como aconteceu com o sitema Pal-M para vídeo VHS.

Televisão na escola

A televisão é concorrente da escola? O que ela ensina? Veja propostas metodológicas de como trabalhar com a TV em sala de aula, com sugestões de atividades para Ensino Fundamental e Médio.

Leia mais no EducaRede

 

Diante de vários problemas, de muito lobby e do atraso do início das transmissões que a escolha por um padrão próprio acarretaria, optou-se por analisar e testar os três modelos
novamente. Quase seis anos depois de iniciadas as discussões sobre a TV
Digital, em 29 de junho de 2006, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva
assinou um decreto regulamentando a escolha do padrão japonês para a TV
digital brasileira
. Na prática, isso quer dizer que a TV digital no
país é compatível com a tecnologia atualmente utilizada no Japão.

As transmissões do sinal digital começaram por São Paulo, e vão ser estendidas para o resto do país progressivamente (veja quadro abaixo). Os conversores (também chamados de set-top boxes) que
permitem aos televisores receber esses sinais digitais podem ser encontrados em lojas de eletrodomésticos e eletrônicos, bem como os televisores preparados para a TV digital -geralmente
essas TVs vêm identificadas com o selo "HD Ready". O governo brasileiro espera
que, até dezembro de 2016, a TV digital substitua a TV analógica no
país
. Assim como nos EUA, quando isso acontecer, toda a transmissão
analógica será interrompida e será necessário ter um conversor ou um
televisor compatível com o sistema para poder assistir aos programas de tevê favoritos. As emissoras de televisão devem ter os equipamentos apropriados para transmitir os
sinais e os consumidores devem ter os aparelhos de TV para receber tais
sinais.

Calendário da TV Digital no país
2006 29 de junho: Governo decide adotar padrão japonês para a TV Digital
2007

Julho: começam a ser vendidos os primeiros conversores de sinal analógico-digital
2 de dezembro: começam as transmissões do sinal digital para a Grande São Paulo

2010 Primeiro semestre: Belo Horizonte, Brasília e Rio de Janeiro começam a receber o sinal digital
Segundo semestre: Salvador e Fortaleza
2011 O sinal digital passa a ser obrigatório em todas as capitais
2013 Transmissoras e retransmissoras de todas as cidades do país são obrigadas a passar o sinal digital
2016 O sinal analógico de televisão sai do ar. Quem não tiver um aparelho HD ou um conversor de sinal, não poderá ver tevê
Fonte: Anatel

A TV Digital nos EUA

A FCC (Federal Communications Commission) estabeleceu 17 de fevereiro de 2009 o prazo final para a transição do sistema analógico para o digital. Mas o prazo foi prorrogado, e o país passou para o digital dois meses depois, quando toda a transmissão analógica foi interrompida e os consumidores necessitaram de caixas conversoras para receber a programação em suas TVs antigas. Este prazo final foi postergado várias vezes nos últimos anos, tendo em vista a incapacidade de emissoras e consumidores em atender aos critérios da FCC para uma transmissão bem sucedida.

Na próxima página, você vai saber um pouco mais sobre a TV analógica.