Como funcionam os vírus de telefones celulares

Autor: 
Julia Layton


Os vírus de telefones celulares têm como alvo os aparelhos Symbian série 60 com suporte para bluetooth e MMS, como o Nokia 6620

O primeiro vírus de celular conhecido surgiu em 2004 e não foi muito longe. O "Cabir.A" infectou apenas um pequeno número de telefones com bluetooth e não tinha nenhuma ação maliciosa: o maior dano era o esgotamento da bateria. Um grupo de desenvolvedores de "malware" criou o Cabir para provar que o vírus poderia se propagar. O próximo passo era enviá-lo a pesquisadores de antivírus, que começaram o processo de desenvolvimento de uma solução para um problema tende a piorar.

Atualmente, os vírus de telefones celulares não conseguem se espalhar rapidamente e não costumam causar muitos problemas, mas no futuro poderão ser tão danosos quanto os vírus de computador. Neste artigo, abordaremos como os vírus de telefones celulares se propagam, o que eles podem fazer e como você pode proteger seu telefone das ameaças presentes e futuras.

Alvo de hackers

A cada dia, os telefones celulares se parecem mais e mais com um PC. E junto a isso, surge um problema: a vulnerabilidade a ataques de hackers.

Leia mais em VEJA.com